Comunidade Senhor do Bonfim (19) 3241-8013

  • Padre (Divino) Antônio Pontes de Moraes. Nasceu no dia 14 de junho de 1946, em Socorro/SP. Filho de Joaquim Pontes de Moraes e Maria Pontes de Paula.

    Cursou 1º Grau no GE “Rangel Pestana”, em Amparo/SP, de 1954 a 1958 e o 2º Grau no Seminário Menor da Imaculada de Campinas/SP, de 1959 a 1965. Fez Filosofia na Faculdade de Ciências e Letras de Mogi das Cruzes/SP, de 1969 a 1970, e Teologia na Faculdade Nossa Senhora da Assunção, Seminário do Ipiranga, de 1969 a 1972, em São Paulo capital.

    Ordenado Presbítero no dia 28 de junho de 1973, na Igreja de Nossa Senhora do Amparo/SP, por Dom Antônio Maria Alves de Siqueira.

    Foi Capelão de São Joaquim, em Joaquim Egídio/SP, de 1973 a 1975; Capelão do Instituto das Religiosas de Santo André, em Campinas/SP, de 1973 a 1975; Capelão das Irmãs Franciscanas, do Patronato Sagrada Família, em Campinas/SP, de 1973 a 1976; Capelão das Irmãs Calvarianas do Colégio Coração de Jesus, em Campinas/SP, de 1976 a 1979; Vigário Substituto da Paróquia da Candelária de Indaiatuba/SP, de 1978 a 1979; Vigário Substituto da Paróquia Sant´Ana de Sumaré/SP, de novembro de 1979 a fevereiro de 1980; Pároco da Paróquia Santa Cruz, Campinas/SP, de 1980 a 1988; Vigário Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Conceição – Catedral, Campinas/SP, de 1988 a 1995. No dia 28 de agosto de 1996 foi nomeado Pároco da Paróquia Senhor Bom Jesus do Bonfim, Campinas/SP. Assumiu no dia 1º de setembro de 1966, onde permanece até hoje.

    Padre Divino foi, também, articulista da “A Tribuna” de 1970 a 1972; Redator-chefe da “A Tribuna” e do Boletim “Arquidiocese In-forma”, de 1973 a 1976; Membro do ICAP, de 1973 a 1977; Diretor Espiritual do Movimento Mini-TLC, Treinamento de Liderança Cristã para adolescentes, de 1973 a 1980; Diretor Espiritual “GRU” – Grupo da Reflexão Universitária em Campinas/SP, de 1974 a 1977; Coordenador da Comissão da Pastoral da Juventude, em Campinas/SP, de 1975 a 1980; Diretor Espiritual do Movimento TLC – Treinamento de Liderança Cristã, de 1976 a 1980; Redator Articulista da “A Tribuna”, desde junho de 1988; Membro da Comissão Arquidiocesana de Pastoral da Comunicação desde junho de 1988; Membro da Comissão da Comunicação da Sub-Regional Campinas, desde setembro de 1988; e Coordenador da Comissão Arquidiocesana de Formação de Agentes Pastorais, de 1993 a 2012.

    Na área acadêmica, foi Professor da Cadeira de Antropologia Teológica do Departamento de Disciplinas Auxiliares, de agosto de 1986 a junho de 2016. Foi, ainda, Professor de Educação Religiosa no Instituto Educacional “Ave Maria”, em Campinas/SP, de 1974 a 1988; Professor de Filosofia no Seminário Filosófico da Imaculada de Campinas/SP, de 1974 a 1977; Coordenador do Serviço de Orientação Religiosa no 2º Grau do Instituto Educacional “Ave Maria”, em Campinas/SP, de 1976 a 1987; Professor de Educação Religiosa no Instituto Educacional Imaculada, em Campinas/SP, de 1976 a 1977; Coordenador do Serviço de Orientação Religiosa do 1º e 2º Graus do Instituto Educacional “Ave Maria”, em Campinas/SP, em 1986; e Professor-convidado da cadeira de Antropologia Teológica em Relações Públicas, 2º ano, do Instituto de Artes e Comunicações da PUC-Campinas/SP, no 1º semestre de 1986.

  • Cidadão Campineiro pelo Decreto Legislativo nº 1137, de 16/09/1998, de autoria do vereador Francisco Sellin.